A importância de um Psicólogo no universo infantil

As crianças, a cada instante, deparam-se com um mundo que deve ser explorado e descoberto. Durante a infância vivenciam mudanças e experiências desconhecidas, situações internas e externas que exigem cada vez mais dos pequenos, e dos adolescentes. Conseguir boas notas na escola, escolher um esporte para praticar, dominar um segundo idioma e a informática fazem parte de uma lista muito grande de responsabilidades acompanhada, muitas vezes, de uma pressão difícil de suportar. Além disso há ainda a cobrança de corresponder positivamente aos pais, professores e demais pessoas com as quais convive.

Muitas vezes os pais ou responsáveis não se reconhecem como capazes de perceber algo que esteja errado com as crianças e ao questionarem como estão se sentindo não conseguem obter resposta, ao afirmarem apenas não ser nada, fitando o olhar para baixo ou ainda permanecendo em silêncio. Isso não significa que esses não são bons pais/responsáveis, apesar de tal comportamento levar a questionamentos relacionados ao fato de sentirem-se capazes de ajudar.

Fiquem tranquilos, criança não vem com manual de instrução e muitas vezes a forma de comunicar que algo não está bem pode ser diferente da que os adultos estão acostumados, até mesmo porque talvez nem saibam o que está errado consigo e expressar sentimentos e frustrações em palavras é bem complicado. O rol das possibilidades do que está acontecendo pode ser enorme.

O universo infantil é extenso e complexo e alguns comportamentos podem ser indicadores da necessidade dos responsáveis buscarem ajuda de um terapeuta que atenda à faixa etária específica de sua criança. Veja alguns sinais de alerta que devem ser observados e podem indicar que algo não está bem: Recusar-se repentinamente a ir à escola, comportamentos agressivos inesperados, demora em falar ou andar, sono muito agitado com/sem pesadelos frequentes, apego excessivo aos pais ou outra pessoa de referência, recusa a aproximar-se de uma pessoa específica, enurese noturna, falta ou excesso de apetite, dentre outros.

O psicólogo infantil oferece um ambiente onde as crianças sentem-se seguras e acolhidas e poderá ajudá-las a se restabelecerem de maneira mais saudável, além de oferecer orientações aos pais a fim de que as outras pessoas mais próximas da criança também possam facilitar o processo. Não se sentir seguro em lidar com alguns comportamentos de seus pequenos e/ou adolescentes pode ser indicativo de que a ajuda de um psicólogo pode ser bem-vinda.

Gostou? Compartilhe :)

POSTS RECENTES

Posts Recentes